terça-feira, 4 de dezembro de 2012

INÚTIL revista #4_ disponível nas Livrarias:



- LER DEVAGAR
[ LX Factory, Lisboa. de 3ª a domingo a partir das 12h ]

- Livraria LETRA LIVRE [ Calçada do Combro, 139. Lisboa. de 2ª a Sábado,das 10h às 20h, fechando para almoço das 13h às 14h ]

- Livraria PÓ dos LIVROS
[ Avenida Marquês de Tomar, 89. Lisboa. de 2ª a 6ª das 9h às 20h, sábado das 10h às 19h ]

- Livraria TEATRO NACIONAL D. MARIA II [ Praça D.Pedro IV, Rossio. Lisboa. de 4ª a domingo das 14h às 20h ]

- Livraria BARATA [ Av. de Roma, 11-A, Lisboa. de 2ª a sábado das 09h às 23h. domingos e feriados das 10h às 19h ]






terça-feira, 18 de janeiro de 2011

INÚTIL revista #3_ disponível nas Livrarias:

.
..

.
.
Photobucket






- FNAC Livrarias
[ Lojas: Armazéns do Chiado , C.C. Colombo , C.C. Vasco da Gama, Alfragide, Cascais, Norte Shopping, St. Catarina, Coimbra ]


- CE LIVRARIAS Leya

[ Antiga Livraria Buchholz, Lisboa , Porto, Coimbra, Portimão ]

- LER DEVAGAR
[ LX Factory, Lisboa. de 3ª a domingo a partir das 12h ]

- Livraria PÓ dos LIVROS
[ Avenida Marquês de Tomar, 89. Lisboa. de 2ª a 6ª das 9h às 20h, sábado das 10h às 19h ]

- Livraria BARATA[ Av. de Roma, 11-A, Lisboa. de 2ª a sábado das 09h às 23h. domingos e feriados das 10h às 19h ]

- CARPE DIEM Livraria/Galeria
[ Rua de O Século, 79. Lisboa. de 3ª a Sábado, das 14h às 20h ]

- Livraria TEATRO NACIONAL D. MARIA II[ Praça D.Pedro IV, Rossio. Lisboa. de 4ª a domingo das 14h às 20h ]

- TEATRO NACIONAL de S. CARLOS & TEATRO CAMÔES
[ Rua Serpa Pinto, 9. Lisboa ][ Parque das Nações ]

- Livraria CENTÉSIMA PÁGINA
[ Av. Central, Casa Rolão, 118-120, Braga. de 2ª a sábado das 09h às 19h30 ]

- TRAMA Livraria[ Rua S.Filipe Nery, 25B, Lisboa. 2ª, 3ª, 4ª e sáb. das 10h às 19h30. 5ª e 6ª das 10h às 00h mediante programação ]
.
.

sábado, 11 de dezembro de 2010

INÚTIL #3 no Jornal EXPRESSO

" INÚTIL E INDISPENSÁVEL "
por Nicolau Santos
11 de Dezembro 2010



" No Século XIX, existiu em Portugal uma geração de brilhantes escritores e artistas, onde pontificavam Ramalho Ortigão, Oliveira Martins, Guerra Junqueiro e Eça de Queirós, que se reunia no restaurante Tavares e se autointitulava " Os Vencidos da Vida ". No século XXI, está aparentemente a nascer uma geração, que se começa a intitular de " Os Inúteis " porque se reúne em torno de uma revista de poesia e fotografia, que vai no seu terceiro número e se chama " Inútil ". Os seus fundadores são Maria Quintans, Ana Lacerda e João Concha e se é possível três pessoas lançarem uma revista com estas características neste país, então Portugal tem um grande futuro e toda a esperança é possível. O convidado deste número é Maria Teresa Horta, que responde em verso à entrevista que lhe foi feita e que no lançamento da revista foi de uma enorme frontalidade, inteligência e humor. "



Photobucket

.
.
.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Tema #3. A PELE

.
.
..,
,
,
.
.
.
.
fotografia de Rui Aguiar
Photobucket
.
.
.
.
.
..
,
.

Convidada Central #3. MARIA TERESA HORTA

.
.
.
.

Em cada canal
a sua veia

o veio que entumesce
no fundo da sua teia

Em cada vento
o seu peixe
no tempo que a água tenha

sedosa na sua sede
viciosa em sua esteira

Da seda
o tacto e o suco
dos lábios à sua beira

como se fosse um beiral
do corpo
p'ra lingua inteira

ou o lugar para guardar
o punhal
que se queira

Em cada punho
o seu ócio

um cinzel
de lisura

com a doçura do pranto
da prata e bronze
a secura

O travesseiro não apoia
as pernas já afastadas
mas ajusta as ancas dadas

Escalada
que se empreende na pele das tuas nádegas

Em cada corpo há o tempo
no gozo da sua adaga

Mas só no teu há o espasmo
com que o teu pénis
me alaga

.
Maria Teresa Horta
Gozo VIII
Photobucket

.
.
.

INÚTIL revista #2_ disponível nas Livrarias:





.

Photobucket




- CE LIVRARIAS antiga Livraria Buchholz
[ Rua Duque de Palmela, 4, Lisboa ]

- CE LIVRARIAS antiga Livraria Coimbra Editora
[ Rua Ferreira Borges, 77-79, Coimbra ]

- CARPE DIEM Livraria/Galeria
[ Rua de O Século, 79. Lisboa. de 3ª a Sábado, das 14h às 20h ]

- CASA RUIM Loja/atelier
[ Rua Almirante Gago Coutinho, 4 B-C. Torres Vedras. de 2ª a 6ª das 10h às 19h, sábado das 10h às 13h ]

- FNAC Livrarias
[ Lojas: Armazéns do Chiado , C.C. Colombo , C.C. Vasco da Gama, Alfragide, Cascais
Norte Shopping, St. Catarina, Coimbra ]

- FUGAS LUSAS
[ Largo Dr. Francisco Soveral, 5. Setúbal. de 2ª a sábado das 09h às 19h ]

- INTENSIDEZ Bibliocafé
[ Rua do Escrivão da Câmara, 10, Évora. de 2ª a 5ª das 16h às 24h. 6ª das 16h às 02h e sábados das 10h às 02h ]

- IN-UTEIS, Loja do Museu Berardo
[ Centro Cultural de Belém, Lisboa. de 2ªa Domingo das 10h às 19h. Sábados até às 22h ]

- LER DEVAGAR
[ LX Factory, Lisboa. de 3ª a domingo a partir das 12h ]

- Livraria BARATA
[ Av. de Roma, 11-A, Lisboa. de 2ª a sábado das 09h às 23h. domingos e feriados das 10h às 19h ]

- Livraria CENTÉSIMA PÁGINA
[ Av. Central, Casa Rolão, 118-120, Braga. de 2ª a sábado das 09h às 19h30 ]

- Livraria GATO VADIO
[ Rua do Rosário, 281. Porto. de 5ª a domingo das 15h às 00h, 3ª e 4ª das 21h às 00h ]

- Livraria LETRA LIVRE
[ Calçada do Combro, 139. Lisboa. de 2ª a Sábado,das 10h às 20h, fechando para almoço das 13h às 14h ]

- Livraria PÓ dos LIVROS
[ Avenida Marquês de Tomar, 89. Lisboa. de 2ª a 6ª das 9h às 20h, sábado das 10h às 19h ]

- Livraria POETRIA
[ Rua das Oliveiras, 72. Porto. de 2ª a 6ª das 10h às 19h, sábado das 10h às 17h ]

- LIVROS da RIA FORMOSA
[ Rua D. Vasco Gama, Edif. Vasco da Gama, Lj L. Lagos ]

- Livraria TEATRO NACIONAL D. MARIA II
[ Praça D.Pedro IV, Rossio. Lisboa. de 4ª a domingo das 14h às 20h ]

- TEATRO NACIONAL de S. CARLOS / TEATRO CAMÔES
[ Rua Serpa Pinto, 9. Lisboa ][ Parque das Nações ]

- TRAMA Livraria
[ Rua S.Filipe Nery, 25B, Lisboa. 2ª, 3ª, 4ª e sáb. das 10h às 19h30. 5ª e 6ª das 10h às 00h mediante programação ]





segunda-feira, 18 de outubro de 2010

INÚTIL #2 no Jornal EXPRESSO

.

.

" E A AVENTURA INÚTIL LÁ VAI "

por Nicolau Santos
24 de Abril 2010


Podemos perdoar um homem que faça uma coisa útil desde que não a admire. A única desculpa para fazer uma coisa inútil é ser objecto de intensa admiração." A frase, atribuída a Oscar Wilde, está na contracapa do segundo número da revista "Inútil", uma extraordinária aventura no panorama editorial português, a que meteram mãos Maria Quintans, Ana Lacerda e João Concha. E aventura porque lançar uma revista de poesia e fotos no mercado. português, que vai no seu segundo número, é obra. Melhor é que a sessão de apresentação deste segundo número, na renascida Buchholz, estava repleta de interessados. Nesta edição em que Bernardo Sassetti é o convidado central, destaque para uma colagem de fotos de Ana Lacerda, poemas de Ana Zanatti, Tiago Bettencourt, Nuno Júdice e Maria Quintans, fotos de Rui Aguiar, Dick Sanders e Ivo Canelas e imagens de Ana Abrunhosa.







Photobucket

.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Criticas & Opiniões. INÚTIL #2


INÚTIL #2 referida no blogue "A Esquerda da Vírgula"
« Inútil, a revista exterior à crise, e um poema de Amadeu Baptista que vem nela »


No n.º 2 da luxuosa Revista Inútil, saída em Abril, com uma tiragem de 800 exemplares e 670 g para 56 folhas de papel couché mate, capa incluída, quase da mesma gramagem daquelas, no inusitado tamanho de 310 x 235 mm, surgiu-me, avultando entre o mais que li, o poema abaixo de Amadeu Baptista, impresso em letras brancas sobre fundo negro, ocupando página e contra-página (13-14).

Um poema de luxo numa revista luxuosa..."
Nuno Dempster. 25 Maio 2010

...
.
..

.

"Uma revista com UTILIDADE" na Revista OS MEUS LIVROS, nº 86 Maio

.« Foi perante uma livraria Buchholz completamente à cunha que o segundo número da Revista INÚTIL viu a luz do dia. A apresentação esteve a cargo de Filomena Cautela e a música que encerrou a sessão do pianista Bernardo Sassetti, aliás, o convidado central desta edição. Entre a extensa lista de participantes desta edição encontramos Amadeu Baptista, Ana Zanatti, André da Loba, André Gago, Bénédicte Houart, Catarina Nunes de Almeida, Esgar acelerado, Filipe Abranches, José Luís Peixoto, Nicolau Santos, Nuno Júdice, Pedro Eiras, Sofia Morais, Tiago Bettencourt e Tiago Nené.»


Revista OML. Maio 2010







" O título desta Revista nasce na frase de Óscar Wilde: «Podemos perdoar um homem que faça uma coisa útil desde que não a admire. A única desculpa para fazer uma coisa inútil é ser objecto de intensa admiração».

São três os directores (Maria Quintans, Ana Lacerda e João Concha) e este número de Abril de 2010 foi lançado na «nova» Buchholz na Duque de Palmela. Está tudo diferente menos o piano. Não é uma revista só de jovens poetas; há um equilíbrio entre novíssimos e veteranos. Por exemplo: lemos aqui poemas de Amadeu Baptista, Victor Oliveira Mateus, Nuno Júdice, Joaquim Cardoso Dias, Casimiro de Brito e José Luís Peixoto. Dois excertos dos novos como convite à leitura do todo da Revista.

De Catarina Nunes de Almeida: «Passei toda a manhã debruçada sobre a moldura / agora tem um pequeno terreiro e cresce por lá de toda a fruta / até aves e o teu cabelo está mais tenro mansinho / dentro da luxúria do vidro. / O sol mastigou-te como as estátuas.» De Rui Almeida: «Os dedos, as coisas / As ruas e tudo o que nelas passa / As paredes dos quartos / Os animais, as árvores / São quase tempo. / Os segredos e os minutos de espera / Ocupam espaço. / Vou dormir em vez de falar do tempo / Dizer dos barcos o contorno no / Breve oceano onde se movem. Vou / Respeitar os mortos enquanto me doer».

Além do interesse dos poemas há um evidente bom gosto gráfico nesta nova Revista."

José do Carmo Francisco. blogue AspirinaB. Abril 2010

Photobucket




:

INÚTIL #2_____sugestão de leitura no Programa LIVRARIA IDEAL. TVI 24




apresentado por João Paulo Sacadura, à conversa com Vasco Graça Moura___ #


.
.
.






.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Lançamento #2

.
.
.


.
Photobucket





Chegou o dia para o lançamento desta nossa/vossa revista INÚTIL #2, que será a 16 de Abril na CE LIVRARIAS (antiga Livraria Buchholz) na Rua Duque de Palmela, nº 4, Lisboa, às 21.00h.

A apresentação estará a cargo de
Filomena Cautela. As leituras de textos e poemas serão feitas por actores convidados e contamos também com a presença dos músicos Bernardo Sassetti - convidado central, Mário Franco (contrabaixo) e Alexandre Frazão (bateria).

Queremos fazer desta noite um momento único, como o foi o lançamento da INÚTIL #1, neste excelente espaço da renovada Livraria Buchholz, agora CE LIVRARIAS, onde todos seremos recebidos de braços abertos. Contamos com a vossa presença.
Lá estaremos, dia 16 de Abril, para mais uma noite de celebração da palavra e da imagem.




quarta-feira, 31 de março de 2010

Convidado Central #2. BERNARDO SASSETTI




«Indecifrável para muitos, o grafismo de uma partitura – ou o referido texto musical – não é mais do que um suporte para a imaginação de quem toca e de quem ouve. Com o tempo, o momento de entrega desenvolve-se e cresce no espaço, alimenta-se de imagens construídas no subconsciente. Neste sentido, devo admitir que o título de um dado tema é quase sempre falível, muitas vezes inútil - é um mal necessário, literalmente imposto pelo autor e, com devidas excepções, não serve para mais do que nos convocar para falsos lugares ou pretensas experiências da memória pessoal. Existe a famosa história de um compositor que escreveu música sobre borboletas; anos mais tarde, esta mesma música foi utilizada num documentário sobre elefantes! Maravilha!(...)»

Photobucket
Artwork do album "MOTION" (Bernardo Sassetti Trio)
Imagem e excerto de BERNARDO SASSETTI

Colaboradores #2

.
.

Photobucket
.
.

Editorial #2.


..
Avançamos no labirinto das gavetas pintadas de preto e branco, a guardarem dentro de nós os passeios das noites dissonantes.
Continuamos neste segredo, porque o infinito resguarda a perdição dos poetas na arquitectura das palavras. Fadiga de tédio. Absoluto de tempo ou de ternura. Inverso de página. Tic-tac de mágoas na lembrança do tempo.
Qualquer gesto é um real lento a perguntar quando. Qualquer momento é superfície diferente onde o mundo se futuriza em erro de presente.
Se um dia dissermos que o passado é o futuro no fim, talvez nos suba à cabeça o grande esquecimento de um quarto escuro. Relógio do medo. Tudo é tempo desenhado nas duas horas em que a emoção sobe a escada e abre a lanterna da sede.
O tempo é o silêncio vendido a estranhos, aflitivamente nós. INÚTIL em tempo de TEMPO, qualquer espécie de agora no lado das coisas de ontem.

Maria Quintans










Photobucket




Convidado Central #2. Bernardo Sassetti.http://www.facebook.com/pages/BernardoSassetti/300090102504?ref=mf

.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

INÚTIL revista #1_ disponível em livrarias de Lisboa, Porto, Évora e Braga

Photobucket


- Livraria CENTÉSIMA PÁGINA
[ Avenida Central, 118-120. Casa Rolão. Braga. de 2ª a Sábado das 09h às 19.30h ]

- Livraria GATO VADIO
[ Rua do Rosário, 281. Porto. de 5ª a Domingo das 15h às 19.30h. de 3ª a Domingo das 21h às 00h.59h ]

- INTENSIDEZ Bibliocafé
[ Rua Escrivão Da Câmara, 10. Évora. de 2ªa 5ª das 16h às 24h. 6ª das 16h às 02h e Sábados das 10h às 02h ]

- Loja IN-UTEIS, Museu Berardo
[ Centro Cultural de Belém. Lisboa. de 2ªa Domingo das 10h às 19h. Sábados até às 22h ]

- MATÉRIA PRIMA
[ Rua da Rosa. 197. Lisboa. Bairro Alto. de 2ªa 6ª das 14h às 20h. Sábado das 14h às 21h ]
[ Rua da Picaria, 84. Porto de 2ª a Sábado das 14h às 20h ]


- Livraria LER DEVAGAR
[ Lx Factory. Lisboa. de 3ª a Domingo ]

- Livraria TEATRO D. MARIA
[ Teatro Nacional D. Maria II. Lisboa. de 4ª a Domingo, das 14h às 19h ]

- Livraria CARPE DIEM
[ Rua de O Século, 79. Lisboa. de 3ª a Sábado, das 14h às 20h ]

- Livraria LETRA LIVRE
[ Calçada do Combro, 139. Lisboa. de 2ª a Sábado, das 10h às 20h, fechando para almoço das 13h às 14h ]

- TEATRO CAMÕES
[ Parque das Nações. Lisboa. de 5ª a Domingo, das 13h às 23h ]

- Livraria TRAMA
[ Rua São Filipe Nery, 25B. Lisboa. 2ª, 3ª, 4ª e Sáb: 10h - 19h30. 5ª e 6ª: 10h - 00h (mediante programação) ]

- Livraria BARATA
[ Avenida de Roma 11-A - Lisboa. de 2ª a Sábado, das 09h às 23h Domingos e feriados das 10h às 19h ]
.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

UMA " INÚTIL" INDISPENSÁVEL no Jornal EXPRESSO


«Chamar "INÚTIL" a uma revista não parece
boa ideia. E no entanto, nos tempos que correm,
quantas pessoas não considerarão inútil uma revista
que "pretende ser um terreno onde a experimentação
do registo poético passe pelos ângulos, escadas,
esquinas, becos e afagos da expressão artística,
descontruída pelas duplas mãos da palavra e da imagem"?
É claro que não é para esses que este excelente
livro-objecto se destina. E foi a pensar num mercado
de nicho que terá não mais de 500 pessoas, de acordo
com a tiragem, que Maria Quintans, Ana Lacerda e João Concha
meteram mãos à obra. A ira é o tema do primeiro número e
Olga Roriz a convidada central. €13.»


Nicolau Santos
Expresso, 7 de Novembro 2009
Photobucket


.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

INÚTIL revista no Diário do Minho, Suplemento Cultura

.
.

Photobucket

« “Podemos perdoar um homem que faça uma coisa útil desde que não a admire. A única desculpa para fazer uma coisa inútil é ser objecto de intensa admiração”. É sob esta epígrafe (de Oscar Wilde) que acaba de nascer um novo projecto editorial: a revista “Inútil” – cujo lançamento em Braga ocorre no próximo sábado, dia 21, às 19h00, na Livraria Centésima Página.
Maria Quintans, uma das responsáveis desta nova publicação, “avisa” em Editorial que ela “pretende ser um terreno onde a experimentação do registo poético passe pelos ângulos, escadas, esquinas, becos e afagos da expressão artística, desconstruída pelas duplas mãos da palavra e da imagem”. Ora, este primeiro número da “Inútil” é a materialização evidente deste complexo propósito, já que nas 104 páginas que a enformam se compaginam as palavras e as imagens para nos fazerem “acordar sem nos lembrarmos dos sonhos”... Poesia, prosa poética, ensaio, desenho, fotografia e colagem – tudo ali se conjuga numa simbiose perfeita de inovadora “provocação” e de onírico arrojo, onde as emoções (centradas, desta feita, na ira...) são a raiz e a seiva da arte que a revista procura “transmitir”.
E se a maioria das imagens é propositadamente chocante, não o é menos o rosto das palavras que com elas se conexam. De forma que, perante cada página desta revista “Inútil”, sentimos nascer dentro de nós um estranho sentimento de utilidade – que perpassa pela admiração “wildeana” e, simultaneamente, pelo consolo do confronto com um “bailado” de sons e de formas que se nos impõe aos olhos e à mente. Diga-se, em abono da verdade, que esta não é uma revista para “todos”, mas tão-só para quem vislumbra dentro de si um universo a preto e branco que não se explica pela racionalidade.
Porque este número da Inútil é “violento”, já que é a ira quem comanda as suas páginas. Embora, como nelas diz Joana Jacinto, a ira seja o “medo num punho fechado à procura de coração”... Revista genial, esta? Talvez... Mas, pelo menos, é admirável! »

Emílio Biscaia
18 de Novembro 2009
Diário do Minho, Suplemento Cultura

INÚTIL revista na ComUM [ Jornal do Minho ]

.
.

Revista cultural apresentada na Centésima Página

«A arte é o caminho para a vida. O resto não faz muito sentido”, diz Maria Quintans no fim de tarde de 21 de Novembro aquando da apresentação do número um da revista “Inútil”, na Centésima Página. O lançamento aconteceu a 23 de Outubro com a comercialização de 500 exemplares que podem ser adquiridos em livrarias. Este projecto conta também com Ana Lacerda e João Concha que assim perfazem a quantia dos “três inúteis”. Nele vêem-se fundidas realidades muito diferentes como o são a palavra e a imagem.

Photobucket

Uma atmosfera apaziguadora paira sob a Centésima Página e um fresco odor a livros percorre todo o espaço. As cadeiras estão dispostas em linha e limitadas dos quatro lados por estantes - mais parece um encontro entre velhos amigos. E numa época em que corre-se mais e pára-se menos, olha-se muito e vê-se pouco, fala-se em excesso e ouve-se deficientemente nada melhor do que um fim de tarde como o é este para “parar e olhar para aquilo que é bem feito, para o que nos emociona”, explica Cristina Piedade (livreira da Bertrand de Lisboa).
(...)

O serão continua. José Miguel Braga, convidado a tecer um comentário, fala aos ouvintes presentes como leitor e atribui a este projecto características diversas das quais “rigorosa composição”, “tema estruturador”, “revista muito teatral”, e “objecto belo” que ao ser explorado faz lembrar o “correr das águas de Heraclito”. Atenta no título da revista – “Inútil” – e remete para um passado (que também é presente) em que se discutia a utilidade da arte. “É uma aventura esta revista”, remata ele.

O Sindicato da Poesia procede à leitura de alguma da prosa e poesia constituintes da revista e José Miguel Braga, seguindo-lhes o exemplo, declama também alguns poemas. Enceta ele, recitando: “se eu te pedir para abrires as pernas tu abres?”. Esta interrogação dá início a um poema denso e forte em que se defende as três maneiras de executar uma acção – pela mão de Deus, pela mão do Homem e pela nossa mão. E é desta maneira que ele tem o seu fim: “por isso se eu te pedir para abrires as pernas pela mão de Deus, pela mão do Homem e pela minha mão tu abres?”.
(...)

Ao abrir a revista deparo-me com a seguinte frase escondida: «Podemos perdoar a um homem que faça alguma coisa útil contanto que a não admire. A única justificação para uma coisa inútil é que ela seja profundamente admirada.» (Oscar Wilde in “Retrato de Dorian Gray”)


Tânia Azevedo
22 Nov 09


PhotobucketPhotobucket


sexta-feira, 13 de novembro de 2009

INÚTIL Revista na RÁDIO COMERCIAL

Photobucket
Sábado. 14 de Novembro entre as 10h e as 12h. INÚTIL revista na Rádio Comercial
Programa BARULHO DAS LUZES por Vasco Palmeirim

Photobucket
Photobucket



sábado, 24 de outubro de 2009

Críticas/Opiniões. INÚTIL revista #1


" ontem, no espaço "LerDevagar" atribuiram-me para uso na lapela, o mais valioso galardão de toda a minha vida! um emblema para uso com vaidade, com a palavra INUTIL ! táva a ver que Não ! missão cumprida e reconhecida, no Planeta! Grato !"
C. Peres Feio
24 Outubro 09


Manifesto aos Directores da nova revista "Inútil" #


Há revistas que ganham a categoria de livro. Que, quando emprestadas, têm um “V” maiúsculo de “Volta mesmo”. E penso que quem me emprestou a nova revista “Inútil ”, acabadinha de ser dada à luz, pensará o mesmo. É pena. Ainda não consegui comprá-la – e ter esse exemplar só para mim sem o mostrar desprotegido a ninguém. Como se faz com os bons livros.


Dora Santos Silva

28 Outubro 09






" A INÚTIL foi uma surpresa: é muito mais que uma revista, é um álbum de textos e imagens, quase um livro, para ir lendo, devagar; talvez por isso mesmo esteja à venda na livraria Ler Devagar (Lx Factory, em Alcântara - e, espera-se, em breve noutros pontos de venda) "



André Gago
28 Outobro 09


" Saiu uma nova revista. Chama-se "Inútil", é dirigida pela Maria Quintans, João Concha e Ana Lacerda. Graficamente, não é uma revista, é uma obra de arte. Para folhear com prazer, lentamente, ler poesia, prosa, textos avulsos, e admirar fotografias e desenhos (por vezes prodigiosos). Quase todos os seus autores têm blogues. Uns nasceram neles para a escrita ou a arte, outros aterraram neles. Há para todos os gostos, e para muitos bons gostos. Raros são os desgostos, que também os há. Mas, globalmente, é uma surpresa admirável e um acto de coragem editorial fabuloso. Anda por lá perdido um texto meu, sobre a "Ira" que dá o mote ao número, número que se deseja o primeiro de uma longa série. Pessoalmente sinto-me imensamente feliz por este parto. Que, de certa forma, é fruto dos "Vavadiando" e dos convívios que neles se foram estabelecendo. Direi mais sobre esta "Inútil", mas para já fica o desafio: não percam a revista, só há 500 exemplares à venda, não percam nem um, porque vai esgotar rapidamente, e vai constituir raridade bibliográfica."

Lauro António
27 Outobro 09


"A revista INÚTIL, vale a pena VER! é uma revista de autor e de grande qualidade, foi editada a semana passada e encontra-se na livraria Ler Devagar/ Lx Factory."

Gracinda Candeias
26 Outubro 09


.
"Finalmente o INÚTIL aconteceu, uma verdadeira lufada de ar fresco no panorama das publicações nacionais. Irreverência carregada de bom gosto numa impressão fantástica a preto e branco. Para ler, reler, ver e sentir... Parabéns, ambiente fantástico, a revista está excelente! "


Nuno Correia
24 Outubro 09
PhotobucketPhotobucketINÚTIL #1

PhotobucketPhotobucket
de nuno correia


.
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
.
.
.
..
.
.
.
.
Photobucket .
.
.
Para adquirir os números da INÚTIL Revista por favor endereçar o pedido para: inutil.revista@gmail.com
.
. #1. A IRA________ 13,00€ [ esgotado ]
. #2. O TEMPO_____ 13,00€ + portes de envio
.
. -
.
. To buy other issues of INÚTIL Magazine, please address the order to: inutil.revista@gmail.com
.
. #1. A IRA________ 13,00€ [ sold out ]
. #2. O TEMPO_____ 13,00€ + shipping costs
.
.
.
. .
A minha foto
«Podemos perdoar um homem que faça uma coisa útil desde que não a admire. A única desculpa para fazer uma coisa inútil é ser objecto de intensa admiração.» Oscar Wilde
"INÚTIL revista" on Facebook